Análise da 2ª rodada do Paulistão

O São Paulo entrou com o time reserva contra a equipe do Mirassol. Não dá para ter muita base do que virá pela frente. Mas o time abusou dos passes errados e deu brechas na marcação. Se não fosse o perseguido Richarlyson, o time teria sido derrotado mais uma vez.

O Santos fez um ótimo primeiro tempo contra a Ponte Preta, mas achou que a partida estava ganha. Se não fosse pela ineficiência do ataque campineiro, o peixe poderia ter saído com a derrota, em casa. Pena é ver uma Vila Belmira sempre vazia. Até nos jogos femininos, tinha mais gente.

O Corinthians recebeu o Bragantino no Pacaembu. O time do interior, bem preparado fisicamente, correu muito. Já o timão, mostrou que estava pesado e não aguentou os 90 minutos. Elias e Jorge Henrique voaram e provaram que são titulares absolutos desse time do Mano Menezes. Roberto Carlos já estava bem em forma, mas deve melhorar, inclusive, técnicamente. Ronaldo está muito fora de forma, mas sempre decide.

E o Palmeiras, voltou a ser aquele time do final do Brasileiro. Faltou vontade, faltou técnica. Sobrou o chuveirinho de sempre do Muricy. Só que o verdão foi muito prejudicado. Tadeu perdeu o pênalti e quando recebeu o rebote, estava completamente impedido. Erro grave, que custou 5 jogos à Paulo César de Oliveira.

Enquanto isso, a Lusa segue líder, com duas vitória importantes. Tomara que ela consiga se manter ali e quem sabe, chegar às semi-finais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: