Que clássico!

O Corinthians entrou em campo motivado. O São Paulo entrou em campo acreditando que venceria a qualquer o momento.E acabou sendo do jeito que a Fiel gosta: sofrido.

O Timão começou melhor, agredindo e só para variar, perdendo gols. Parecia que seria mais um dia de tropeço e que o ataque alvinegro passaria em branco. Mas após uma bela troca de passes, Elias cravou de primeira, sem chance para Rogério.

Na sequência, mais pressão do Corinthians. E em uma falha da zaga, Danilo acertou um chute com perfeição, de direita, no ângulo.

O São Paulo estava entregue, errando praticamente todos os passes. Hernanes e Dagoberto eram os mais lúcidos. E foi de uma jogada do atacante tricolor, que nasceu o gol que daria esperança ao time do Morumbi. Dagoberto aproveitou a ingenuidade de Paulo André e rolou açucarada para Jean (ou Jã, como diria Cleber Machado) descontar.

Parecia que o São Paulo iria voltar com tudo na segunda etapa, mas Roberto Carlos (que fez uma partida espetacular) fez o que sabe melhor. Bateu a falta com perfeição e Rogério, ‘a la’ Serginho do Vôlei, deu uma manchete e ficou com as penas da mão. Parecia decidido. Jucilei chegou a dar caneta e drible da vaga.

Como clássico é imprevisível, o Corinthians relaxou e permitiu que o rival pudesse voltar ao jogo. Rafael Santos ‘invejou’ o goleiro Tricolor e falhou duas vezes, transformando uma vitória certa em um empate amargo.

Só que a noite foi reservada para consagrar o técnico Mano Menezes. Após errar duas vezes, tirando Elias e Danilo, o treinador colocou Iarley em campo e jogador não decepcionou. O atacante bateu forte e contou com o desvio de Alex Silva para garantir a vitória.

O resultado coloca o Corinthians de volta na briga pelo Paulista e dá forças ao time para lutar pela Libertadores. Mano está encaixando o time, mas precisa tomar cuidado com as alterações. Elias vem jogando uma bola redonda e é sem dúvida, o melhor atleta do time.

Hernanes era o melhor em campo no São Paulo, mas foi sacado injustamente.

O grande erro da história é que o Tricolor repetiu a falha de 2009, quando mandou força máxima no Paulista e se complicou na Libertadores. Resumindo: além da derrota nos quatro clássicos do ano, perder para o Corinthians pode desestruturar (mais ainda) o elenco do São Paulo. Lembrando que o adversário é o bom time do Monterrey (não o reserva que deu trabalho no Morumbi), na altitude, após uma longa viagem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: