Ruim para o Vasco, ruim para o São Paulo

2011/10/31

Mais uma rodada em que praticamente todos os times que estão no topo da tabela venceram. Com exceção de Vasco e São Paulo, que fizeram um bom jogo, onde os goleiros se destacaram. Um zero a zero que merecia mais. Dois a dois, três a três. O tricolor desenvolveu um bom futebol, mesmo com as ausências e provou que ainda está na briga por uma das vagas na Libertadores. Mas bom futebol não basta, precisa voltar a vencer.

A vitória do Inter colocou a equipe paulista na sétima posição, empatada com o excelente Figueirense, que embalado, pode acabar beliscando um lugar na principal competição da América.

O empate contra o Corinthians tirou o Inter da luta pelo título, mas acredito muito na força dos gaúchos nesta reta final. Devem chegar ao G5 e se derem oportunidade, o Grêmio, time de chegada, também pode alcançar a sonhada vaga. Dá para imaginar um Grenal na última rodada valendo uma vaga na Libertadores?

O Vasco segue com aquilo que disse na última sexta. Tem uma sequência difícil. É uma zebra empatar com São Paulo, ainda que em casa? Claro que não. Penso que o time carioca não leva o título por isso: tem jogos muito complicados pela frente.

A taça está nas mãos do Corinthians, que ontem jogou muito mal, teve que se superar e mostrou ter uma certa sorte de campeão. Levou um gol irregular, jogou em um campo pesado contra uma equipe fechada, perdeu um homem quando o placar marcava um a zero, mas ainda assim, jogou com raça e garantiu uma vitória extremamente importante. A minha única dúvida é: conseguirá o Corinthians vencer o maior rival na última rodada, precisando do resultado, contra um adversário em campo apenas para atrapalhar a comemoração alvinegra? Acho complicado. Se bem que o Palmeiras também entrará pressionado. É a chance de encerrar o ano bem (apesar de tudo) e a torcida exigirá uma vitória.

Botafogo e Fluminense fizeram sua parte mais uma vez, deram mais um passo para ficar com as vagas na Libertadores e se Vasco e Corinthians vacilarem, ambos entram na luta pela taça.

Quem se deu muito mal foi o Flamengo, que atravessa a pior fase da temporada justamente quando mais precisava estar bem. Levou uma virada incrível no sul, caiu na Sulamericana de forma vergonhosa e não parece ter força para reagir. Tem treinador, tem bons jogadores, tem muita camisa, mas não consigo ver o time carioca voltando ao seu melhor momento. São três equipes ao menos ‘babando’ atrás pela quinta posição e já enxergo o Flamengo deixando esse posto.

Seis rodadas decisivas. Sem dúvida alguma, o maior campeonato de pontos corridos que já se viu. O mais equilibrado do mundo. E cada vez mais rico, com mais jogadores importantes, cotas televisivas e publicitárias valorizadas. Quem sabe em pouco tempo, um dos mais vistos no planeta.

Anúncios

Sete rodadas que prometem

2011/10/27

Restam apenas sete rodadas para o final do Campeonato Brasileiro de 2011. Sem dúvida alguma, o mais emocionante dos pontos corridos (sou fã do bom e velho mata-mata, mas esta edição não deixa motivo para críticas).

Resolvi fazer uma análise dos sete jogos restantes das equipes ao qual AINDA considero na briga pelo título. Apesar de Vasco e Corinthians teoricamente protagonizarem uma disputa polarizada, penso que Botafogo, Flamengo, Fluminense, São Paulo e Internacional ainda podem sonhar com a taça. Ainda mais se pensarmos nos tropeços seguidos que todas essa equipes tiveram durante o torneio.

Começo pelo Vasco – 57 pontos, líder do campeonato:

São Paulo (C), Santos (F), Botafogo (C), Palmeiras (F), Avaí (C), Fluminense (F), Flamengo (C)

Honestamente, é a sequência mais difícil de todas as equipes. Se o Vasco conseguir ser campeão jogando contra todas essas equipes é porque realmente tem o melhor time do torneio. São três rivais, sendo dois clássicos nas rodadas derradeiras. Três times paulistas (dois deles ainda podem pensar na famosa ‘entregada’ para prejudicar o rival Corinthians) e um desesperado para não cair. A minha honesta opinião é que a taça de 2011 não vai para São Januário. O Vasco tem um time acertado, com bons nomes, mas não vejo se superando diante de adversários tão complicados.

Corinthians – 55 pontos:

Avaí (C), América-MG (F), Atlético-PR (C), Ceará (F), Atlético-MG (C), Figueirense (F), Palmeiras (C)

Apenas na teoria essa sequência é mais tranquila. Dos sete confrontos, cinco serão contra equipes na briga pelo rebaixamento, que nesse momento, são as cinco últimas da tabela. Desespero que representa muita vontade em campo, mas também representa desordem em caso de gol sofrido. Promessa de jogos complicados, mas que se Tite e cia souberem tirar proveito, podem usar a fase dos rivais para garantir a taça. O grande problema vem nas últimas duas rodadas: A excelente equipe do Figueirense em Santa Catarina e o rival Palmeiras, que provavelmente jogará sem nada em disputa. O que isso representa? Um adversário solto em campo, apenas com a motivação de encerrar o ano com ‘vitória’, tirando o título do maior rival. Pela classificação e pelos jogos, aposto na equipe paulista para ficar com a taça, mas não ficaria nada surpreso se isso não viesse a acontecer.

Botafogo – 52 pontos:

Cruzeiro (C), Figueirense (C), Vasco (F), América-MG (F), Internacional (C), Atlético-MG (F), Fluminense (C)

A situação do Botafogo não é das mais fáceis e até aqui, fica entre a do Vasco e do Corinthians. Tem rival na última rodada, clássico com o Vasco nas próximas rodadas, duelo contra os três mineiros desesperados e além disso, tem Inter e Figueirense no Engenhão. Embora jogue em casa, não significa que será fácil. O Botafogo tem um bom time, mas não vejo levando o caneco. Talvez uma vaga na Libertadores.

Flamengo – 52 pontos:

Grêmio (F), Cruzeiro (C), Coritiba (F), Figueirense (C), Atlético-GO (F), Internacional (C), Vasco (F)

Se não bastasse a queda de rendimento e a instabilidade vivida, o Flamengo ainda tem uma reta final muito complicada. Pela tradição, ainda o vejo brigando pelo título. Minha aposta: uma das vagas na Libertadores.

Fluminense – 50 pontos:

Ceará (F), Internacional (F), América-MG (C), Grêmio (C), Figueirense (F), Vasco (C), Botafogo (F)

Sequência quase tão complicada quanto das demais equipes, mas o Fluminense vem em uma crescente no torneio e principalmente, conquistando vitórias importantes (com exceção do último jogo). Se conseguir conter a instabilidade, tem tudo para ficar com uma das vagas na Libertadores. Com uma série de tropeços de Vasco e Corinthians, pode com praticamente um milagre erguer a taça.

São Paulo – 49 pontos:

Vasco (F), Bahia (F), Avaí (C), Atlético-PR (F), América-MG (C), Palmeiras (F), Santos (C)

O grande problema do São Paulo é que ele vive a crise na reta final do campeonato. Mas a chegada de Emerson Leão pode ser a grande esperança para salvar o ano tricolor. O jogo contra o Vasco pode ser um divisor de águas, justamente porque a equipe paulista não entra com o favoritismo. Uma vitória pode colocar o clube paulista na briga pelo título. Um tropeço deixa a moral ainda mais baixa e a chance de uma vaga na Libertadores mais distante. Pelos jogos, acredito que o São Paulo deve ficar com uma das vagas na competição continental. Ele fecha sua participação contra um Palmeiras que nada disputa e com um Santos que já estará treinando para o Mundial. Hoje apenas um ponto separa o clube da faixa para Libertadores.

Internacional – 48 pontos

Atlético-GO (F), Fluminense (C), Cruzeiro (F), Bahia (C), Botafogo (F), Flamengo (C), Grêmio (C)

Nove pontos atrás do Vasco, não acredito no Inter para o título. Se vencesse o Corinthians, a pontuação e a moral creditariam o clube para a briga. Hoje, só vejo o Colorado com chance de ficar com vaga na Libertadores. Dois pontos atrás do Flu, o clube gaúcho tem tudo para chegar ao G5, porque também vive o melhor momento no torneio. A tabela não é fácil, mas o time de Dorival Junior tem potencial para conseguir um bom número de pontos. O problema é que fecha a participação diante do rival Grêmio, mas ao menos joga em casa. Isso pode aumentar a pressão, mas pode também dar uma motivação a mais no duelo decisivo.


Sorteio de mais uma Champions

2011/08/25


Sorteadas as chaves, é hora de analisar os oito grupos da Liga dos Campeões 11/12.

O grupo A tem três equipes de segunda classe, que teoricamente não aspiram o título. Mas isso na prática. Só vejo o Bayern de Munique como possível candidato, mas isso não significa que a equipe alemã irá se classificar com folga. Para mim, é a chave mais equilibrada desta edição e é também a que irá propiciar os melhores jogos da fase de grupos. Mero palpite, mas aposto em Bayern e na promissora e que cada vez mais forte equipe do Manchester City.

No grupo B, a Inter de Milão, embora não esteja em uma grande fase, deve ficar com a primeira vaga. O CSKA já não é mais o mesmo das últimas temporadas e o Trabzonspor é uma incógnita. Por ser o campeão francês (o que também não significa muito hoje em dia), aposto no Lille para ficar com a segunda vaga.

Complicação não teve o Manchester United, que foi feliz com o sorteio. O Benfica deve ser o mais difícil dos rivas no grupo C. Aliás, a equipe portuguesa também agradece e se nada der errado, deve se classificar com tranquilidade.

Olhando o grupo D, acredito que ele pareça mais complicado do que realmente é. O Real Madrid enfrentará o antigo algoz Lyon e o Ajax, que já meteu muito mais medo em seus adversários. Hoje não deve oferecer grande resistência. O Dínamo de Zagreb não disputa o torneio há bastante tempo e terá de se esforçar para chegar às oitavas de final. Palpito Real e Lyon.

O Chelsea é que não terá moleza. Valência e Bayer Leverkusen são consideradas equipes medianas, mas tem boas equipes e se o time londrino bobear, pode acabar fora da segunda fase. Dificil arriscar, mas já que é chute, vou de Chelsea e Valência.

Outra equipe de Londres, o Arsenal terá trabalho. Se não bastasse a saída de dois ídolos e a suada classificação contra a Udinese, o time de Arsene Wenger não foi agraciado no sorteio. Marselha, Olympiacos e o atual campeão alemão Borussia Dortmund. Grupo complicado, que só vejo o Borussia se classificando e talvez o Arsenal como segundo.

O Porto sim, ficou contente com o sorteio da Uefa. Zenit e APOEL devem servir apenas de sparring para a equipe portuguesa e para o ucraniano/brasileiro Shakhtar Donetsk.

E a chave H esteve próxima de se tornar um grupo da morte, com Barcelona e Milan sorteados de cara. Mas a previsão não se confirmou com a entrada de BATE Borisov e Viktoria Plzen. Resta saber quem será o primeiro. Aposto no sempre favorito Barcelona. Vale lembrar que para o Milan, é uma certa vantagem, pois significa que as duas equipes não irão se encontrar nas oitavas de final do torneio.

No geral, acredito que seis equipes lutam pela taça: Bayern, Inter, Manchester United, Real Madrid, Chelsea e Barcelona.


Impressões de mais um Campeonato Brasileiro

2010/12/06

O BR 2010 chegou ao fim e vamos analisar dentro do que esperávamos:

As três equipes que disputaram o título eram favoritas. Decepção por parte do São Paulo, que ficou muito aquém do esperado e do Grêmio, que demorou muito para engrenar. Sem falar no Internacional, que com a disputa do mundial, deixou o torneio nacional de lado.

Sobre o Santos, ja esperava uma baixa, com as saídas de atletas e a contusão do Ganso.

Na parte de baixo da tabela, nada demais. Apenas um Flamengo, que até então era o Campeão, disputou a Libertadores e no segundo semestre, se entregou, como um doente faria em fase terminal. Melancolicamente, se safou do rebaixamento, porque os dois candidatos à vaga se enfrentaram. De outro modo, poderia ter caído na última rodada.

O campeonato consagrou mais uma vez a competência incontestável de Muricy Ramalho. Um treinador fantástico, de caráter (recusou a seleção e sempre cumpriu seus acordos), que com um ótimo elenco e um tal de Conca (o melhor dos últimos anos e uma pena não ser brasileiro), chegou ao tetracampeonato de sua carreira.

O Fluminense foi o time que mais liderou o torneio e para mim, só não tem o título de uma forma incontestável porque recebeu seis pontos de graça de São Paulo e Palmeiras. Por essa única razão, acho que por justiça, a taça deveria ir para Belo Horizonte, com o Cruzeiro, equipe que apresentou o melhor futebol, mais ofensivo, mais belo de se assistir. O Flu poderia ter vencido os dois times paulistas? Sim, mas acho difícil que ele conseguisse os seis pontos como o fez. O que nas contas, fica simples perceber que seria ultrapassado pelo time mineiro.

O que não chega a ser uma novidade, já que no ano passado, a entregada ridícula de Corinthians e Grêmio, fizeram o mesmo acontecer: o Flamengo se sagrou campeão, em um torneio que já tinha dono, o Internacional de Porto Alegre.

A rivalidade regional traz uma conduta antidesportiva, que acaba tirando os méritos e manchando campanhas tão brilhantes. Isso porque essas equipes já não tem objetivos no torneio. Essa sujeira só poderia ser barrada com a volta do mata-mata. Se oito times se classificassem para as finais, São Paulo e Palmeiras não teriam feito esse papelão. E aí meu amigo, é cada um por si. Ou vence o seu adversário, ou está fora. Quem tiver competência passa e é campeão.

Ou dá para dizer que em um campeonato em que times entregam jogos, o resultado final é justo? Por muito menos, Felipe Massa foi ameaçado de uma prisão! No futebol, fazem vista grossa. Mas e se esse benefício fosse a favor de Flamengo e Corinthians, equipes certamente mais odiadas do futebol nacional? Seria um título roubado? Teria esquema?

Tragam o mata-mata pelo bem do futebol brasileiro. Aqui não é Europa. Ser feito no velho continente não significa dizer que é melhor. O Brasil tem outra cultura, e a malandragem do jeitinho brasileiro torna um torneio bonito em uma coisa suja.

Quais foram os melhores jogos da última rodada do torneio? Para mim, Grêmio x Botafogo e Vitória x Atlético/GO. Porque? Confronto direto! Dois times querendo a vitória e um objetivo em comum.


Corinthians está nas mãos dos rivais

2010/11/08

Acredite torcedor corintiano. O seu clube está mais do que nunca nas mãos dos rivais. Vamos acompanhar os jogos que restam a cada time para saber a razão. Acho que o Fluminense está muito perto da taça, mas como futebol tem suas surpresas… E pelos meus palpites, acho que o Corinthians chega, mas isso, se o Flu empatar fora com São Paulo e Palmeiras. Se os rivais entregarem, aí a taça vai para o Rio. O Cruzeiro ao meu ver, pelos jogos, está fora da briga.

**Corinthians

C – Cruzeiro (Vitória)
F – Vitória (Empate)
C – Vasco (Vitória)
F – Goiás (Vitória)

Total: 70 pontos

**Fluminense

C – Goiás (Vitória)
F – São Paulo (Empate)
F – Palmeiras (Empate)
C – Guarani (Vitória)

Total: 69 pontos

**Cruzeiro

F – Corinthians (Derrota)
C – Vasco (Vitória)
F – Flamengo (Empate)
C – Palmeiras (Vitória)

Total: 67 pontos

Outro detalhe interessante, é que pela minha simulação, Grêmio e Botafogo, que tem caminhos relativamente tranquilos, se enfrentam na última rodada, no estádio Olímpico pela quarta posição, que pode valer uma vaga na Libertadores se uma equipe brasileira não vencer a Copa Sulamericana.

Fortes emoções vem aí!


Ricardo Teixeira vai largar o osso?

2010/11/04

Foi o próprio João Havelange quem declarou que o genro Ricardo Teixeira deve deixar a CBF para comandar a Fifa em 2015, após preparar uma boa Copa do Mundo.

Será que isso é uma coisa boa? Talvez a CBF comece a andar e realmente fazer o bem para os clubes e principalmente, para os torcedores brasileiros, que sofrem cada vez mais com interesses políticos do mandatário.

Mas por outro lado, como vai ficar a Fifa com uma pessoa como essa? A única esperança que é que a entidade tenha força suficiente para conter a insanidade de Teixeira.

Pelo bem do futebol brasileiro, que 2015 chegue logo!


BR será como em 2009

2010/11/04

O Brasileirão pegou fogo mais uma vez e acredito que será até mais emocionante do que foi em 2009. Isso porque esse ano teremos mais equipes brigando pelo título.

A tal disputa polarizada entre Corinthians e Fluminense acabou e pouco depois o Cruzeiro passou a disputar a taça. Hoje se pensarmos bem e avaliarmos a tabela, o Botafogo já é um candidato ao título. A sequência de jogos do time carioca não é tão complicada.

Se pensarmos que os três que estão na frente dificilmente vão tropeçar, o título fica entre eles, mas honestamente, Corinthians, Flu e Cruzeiro tem partidas duríssimas e ainda acho que algumas equipes do bloco intermediário vão chegar com chances de título na última rodada.

O São Paulo e o Grêmio tiveram vitórias muito importantes nessa rodada e provaram que tem elenco para alcançar a taça. O Corinthians não teve uma atuação brilhante, mas provou que tem um time mais centrado e equilibrado e principalmente: Ronaldo segue letal.

Se o Flu tiver os lesionados de volta, pode levar, mas acredito que a vaga na Libertadores é o máximo que o time pode pegar.

O Cruzeiro tem o Cuca, eterno vice, mas se o time não se abalar pelas duas últimas derrotas, tem tudo para ser campeão.

Prepare o coração torcedor brasileiro. Teremos uma reta final e tanto.